Plano de contas é o conjunto de contas que norteia os trabalhos contábeis de uma empresa. Ele é a estrutura sobre a qual se constrói o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado do Exercício, dois dos instrumentos mais importantes da contabilidade.

Cada empreendimento deve ter um plano de contas, já que ele abrange todas as movimentações financeiras da empresa e possui divisões para a alocação de cada uma delas.


Plano de contas empresarial

O plano de contas empresarial permite que sua empresa tenha uma visão clara de todas as contas e transações ocorridas no negócio, facilitando assim a criação de relatórios contábeis e gerenciais — como o balancete, o balanço, o DRE, os diários e muitos outros.


Obrigatoriedade e benefícios

O plano contábil, em linhas gerais, deve se basear nas Normas Brasileiras de Contabilidade, pois só assim poderá ser utilizado para a elaboração do balanço patrimonial, por exemplo, uma demonstração contábil que indica, de forma resumida, qual é a situação do patrimônio da empresa.

Seguindo esses parâmetros, cada empresa pode criar uma estrutura que sirva para alimentar simultaneamente as informações contábeis e as gerenciais, fazendo, assim, com que um trabalho que antes era realizado simplesmente para cumprir a legislação tenha uma função real no processo de gestão e na tomada de decisão dos diretores de uma empresa.


Objetivos do plano de contas

A estrutura do plano contábil já indica que um de seus principais objetivos é facilitar a reunião de dados financeiros para a apresentação de relatórios contábeis, mas existem outros objetivos:


1- Garantir que as movimentações financeiras em transferência eletrônica, dinheiro, cheque ou qualquer outro método sejam adequadamente registradas de acordo com os princípios de contabilidade e as normas para a elaboração de demonstrativos contábeis;


2- Facilitar o acesso às informações financeiras e administrativas da empresa para seus gestores, usuários, investidores ou proprietários, já que, ao padronizar os registros, a interpretação dos demonstrativos se torna mais simples e os erros de leitura são minimizados;


3- Indicar como as contas devem ser hierarquizadas, agrupadas e correlacionadas no momento de implantação de um sistema de gestão.


Contratando o sistema Lexos o cliente não precisa cadastrar cada uma das contas, estas já vem inseridas no sistema. Além disso, o cliente temos o serviço de gerente de contas que ajudará o cliente a fazer bom uso do plano de contas, interpretar suas informações e aplicações práticas.